Limpeza com os contêineres: 4ª etapa

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lançou mais um cronograma de rodízio de contêineres entre os bairros. A definição dos locais é estabelecida pela percepção dos Agentes de Combates à Endemias. O grupo conhece muito bem a cidade e sabe a localização dos pontos críticos que precisam de uma ação mais intensa de limpeza.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Saúde até o dia 08/06, o Rio Grande do Sul já contabiliza 968 casos de Dengue confirmados, sendo 868 casos autóctones – em que o contágio aconteceu dentro dos limites do estado. O município de Ibirubá não está entre aqueles com casos de Dengue contraídos dentro do próprio município (autóctones). “Entretanto, a Secretaria de Saúde de Ibirubá, através do Departamento de Combate a Endemias, está focada no combate ao mosquito Aedes aegypti para que em Ibirubá não aconteça nenhum caso da doença”, declarou a secretária da pasta Dileta das Chagas.

Segundo a coordenação do Departamento, a equipe de Combate à Endemias, que trabalha a campo, tem se deparado com uma grande quantidade de lixo acumulada pelas residências, pelos estabelecimentos comerciais e industriais. Daí a iniciativa de se fazer uma intensa ação de limpeza na cidade com a contratação de contêineres (caçambas), dispostos junto aos bairros, para fazer o recolhimento de todo e qualquer material (com exceção de descarte orgânico), que esteja propiciando o acúmulo de água, um criadouro ideal para o mosquito.

A Ação de Intensificação já contemplou todos os bairros da cidade em três etapas já realizadas. Houve também um roteiro de residências pontuais, com situações muito críticas em relação ao acúmulo de lixo. Uma nova rodada (Etapa 4) está sendo realizada a partir do dia 27/06 em alguns bairros.

“Estamos conseguindo fazer uma grande retirada de lixo e materiais. É uma oportunidade única e gratuita de a população fazer um descarte de lixo adequado. Felizmente, em sua imensa maioria, os bairros colaboraram. Um investimento da Administração Municipal que valeu muito a pena”, informou a enfermeira responsável pelo Departamento de Combate a Endemias Edina Dallanora.

Edina ainda enalteceu o fato de que, no último Levantamento de Índices do Aedes aegypti – LIRAa, Ibirubá baixou significativamente seu índice de 11,7 em fevereiro para 6,0 em maio. “Mas ainda ficamos num cenário de preocupação e as ações terão continuidade, através do poder público. E a população tem que continuar a fazer a sua parte”, reforçou a responsável pelo Departamento.

Confira as datas e os novos locais que receberão os contêineres:

Magda Pimentel

Assessoria de Imprensa

imprensa@ibiruba.rs.gov.br

Administração 2017-2020